Cirurgia maxilar

Muitas irregularidades ortodônticas podem ser alinhadas com tratamentos simples. Aparelhos móveis ou fixos, placas de tratamento de DTM (Disfunção Termo Mandibular), entre outros meios, podem ser aplicados a médio e longo prazo para a obtenção de um resultado satisfatório.

Porém, alguns casos demonstram ser um pouco mais complicados e precisam de intervenções mais incisivas e diretas, incluindo muitas vezes os tratamentos cirúrgicos, como a cirurgia maxilar, por exemplo.

Quem precisa recorrer à cirurgia ortognática, pode se tranquilizar de antemão pois ela é mais comum do que parece. Esse procedimento é recomendado para quem possui algum tipo de deformidade óssea na região buco maxilofacial.

De acordo com especialistas em cirurgia e traumatologia buco maxilofacial, todo o trabalho é completamente planejado e seguro. O procedimento é feito em ambiente hospitalar.

Como funciona a cirurgia maxilar?

Antes de iniciar a cirurgia maxilar, o paciente passa pela aplicação de uma anestesia geral e a cirurgia ocorre na parte interna da boca, sem causar cicatrizes aparentes na região externa. Durante o procedimento o médico faz o reposicionamento da maxila e da mandíbula, e é quando essas regiões são fixadas por meio de placas de titânio e pinos.

Depois da cirurgia, o processo de pós-operatório é muito importante para a estabilidade do resultado conquistado, já que por meio dele é possível avaliar o andamento da acomodação óssea bem como o reposicionamento muscular.

Porém, não é só o especialista de cirurgia maxilar que deve acompanhar os avanços do pós operatório, é muito importante fazer um acompanhamento multidisciplinar, com nutricionista, por exemplo, para orientar sobre a ingestão de nutrientes enquanto durar a fase líquida e pastosa de alimentação.

As vantagens da cirurgia maxilar

Além de corrigir desarmonias faciais do paciente, a cirurgia maxilar é responsável por melhorar a mordida, a respiração e eliminar as dores nas articulações que ocorrem por conta do tamanho dos maxilares.

Confira a seguir outras vantagens:

  • A cirurgia ajuda a aumentar as vias aéreas e também promove um melhor selamento labial;
  • Melhora do sistema gastrointestinal, afinal, com a cirurgia o paciente consegue mastigar melhor o alimento, facilitando a digestão no estômago;
  • Melhora da autoestima, já que existe um aprimoramento estético do sorriso e da região da face com a operação.

Ou seja, a cirurgia maxilar só tende a interferir positivamente na vida do paciente uma vez que o resultado final pode ser percebido e sentido em diversas esferas da saúde e da estética.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia maxilar:


cirurgia maxilar
cirurgia maxilar