Como funciona a cirurgia do siso

Os dentes de sisos nada mais são que quatro dentes do tipo terceiro molar. Recomenda-se a extração deles por volta dos 15 aos 25 anos, quando os tecidos da boca ainda são mais flexíveis. No entanto, se esses dentes não aparecerem até os 30 anos, é porque não acharam espaço ou simplesmente não houve predisposição do nascimento de tais molares.

Caso indiquem aparição, é fortemente recomendável arrancá-los, isso porque poderão causar problemas como:

  • dores;
  • inflamações;
  • cáries;
  • problemas de mastigação;
  • ou dentes sobrepostos.

Caso o siso exista mas não esteja aparente, é preciso remover parte do osso que o recobre. Nesse caso, o dente é quebradoe pinçado em pedaços, com o que sobrou do osso na cavidade.

Na maioria dos casos, porém, o siso já nasceu e é visivelmente aparente. Dessa forma, a cirurgia do siso conta com um procedimento de incisão na gengiva, rente ao dente, com o cortante (uma espécie de bisturi) para expô-lo e retirá-lo.

O que vem antes da cirurgia do siso

A primeira fase de uma cirurgia do siso, caso não haja a necessidade de realizar o procedimento de forma imediata, consiste em uma avaliação feita pelo profissional dentista em relação a diversos fatores clínicos. De modo geral, o recurso do raio-X viabiliza uma perspectiva completa e mais clara da situação da arcada.

A partir dessa visualização e informações, o profissional entende melhor o posicionamento e decide, entre outras coisas, a forma mais adequada de fazer a extração na cirurgia do siso.

O objetivo de tal avaliação é garantir a prevenção de complicações e evitar a dor que uma exodontia mais tardia pode causar. Quanto mais assertivo for esse procedimento, mais fácil será a própria cirurgia do siso e a recuperação que vem em seguida.

E o que esperar após a cirurgia do siso?

O primeiro dia após a cirurgia do siso é o mais delicado.

Podem ocorrer pequenos sangramentos, inchaços próximos à área de extração e desconforto para abrir a boca. Essa situação, felizmente, é transitória e melhora com a cicatrização da região e, claro, está nas instruções pré e pós-operatória.

Para que a cicatrização aconteça o mais rápido possível, é preciso tomar alguns cuidados, como por exemplo: tomar corretamente a medicação indicada, fazer o repouso necessário, tomar bebidas geladas, não fumar e nem ingerir bebidas alcoólicas.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende cirurgia do siso:


cirurgia do siso
cirurgia do siso